## Última Hora ##
Um momento...
, , ,

Premissa sobre a revisão de notícias

A hipnose relacionada à muitas crenças consideradas adquiridas e estabelecidas no campo da saúde em geral, bem como parte do cidadão como parte do médico. Às vezes, até o que seria muito óbvio para aqueles que ignoram qualquer noção do assunto, pode passar despercebido dentro dos esquemas habituais.

Então, alguns grupos de pesquisadores independentes, como a Cochrane Collaboration, estão mapeando todo o conhecimento disponível, fazendo “revisões sistemáticas” de estudos anteriores sobre a eficácia e segurança das intervenções de saúde, a fim de reestruturar certas crenças infundadas e ajudar as pessoas a tomar decisões informadas sobre sua saúde.
Archibald Cochrane, um médico escocês do século XX, refletiu precisamente sobre a falta de uso prático por parte dos médicos de evidências experimentais, preferindo ações consolidadas por costume, mas nem sempre de valor científico comprovado.
Nesse sentido, estamos falando de Medicina Baseada em Evidências, um medicamento baseado na evidência da eficácia: pode parecer óbvio que teria que ser assim, mas sempre nos surpreende o quanto estamos longe de uma condição ideal.
Além disso, hoje, juntamente com os hábitos que permanecem devido a inércia e aos protocolos dominantes que nem sempre são consistentes, enfrentamos a pressão da industrialização e da financeirização do setor que torna a situação ainda mais complexa e delicada.

De um modo semelhante ao atual processo de revisão científica, aqui tentaremos, por um lado, “revisar” a comunicação e as noticias diárias que, pelo método comercial com o qual elas são geralmente disseminadas, muitas vezes mostram uma imagem distorcida da ciência médica [ESP] (1).
Por outro lado, coletaremos análises científicas, estudos e experiências concretas de fontes que sejam tão confiáveis e verificáveis quanto possível (Cochrane é certamente uma delas). (2)
Toda informação assim adquirida será observada e “revisada” de um ponto de vista diferente, através da “lente” das 5 Leis Biológicas, um modelo etiológico que oferece uma perspectiva nova e extraordinária sobre saúde, doença e medicina.
Na verdade, entende-se que, para permitir a atividade de verificar as noticias, às vezes é necessário suspender parcialmente os princípios em que se baseia as 5LB, porque a que a metodologia clínica atual se baseia não é compatível com as leis biológicas: por exemplo, em muitos estudos observacionais devemos supor, absurdamente, que a pessoa vive em um sino, que não é influenciada pela vida que leva e que o processo está condicionado unicamente por agentes químicos em estudo.
Uma circunstância certamente irreal. Por outro lado, sabemos absolutamente nada sobre as vidas das pessoas envolvidas e suas variáveis psicológicas, mas atá agora esta é a metodologia clínica que só pode adaptar-se a permitir a comparação científica com dados reais.
Por estas razões, estudos controlados e randomizados, que podem fornecer a menor visão probalística possível, serão os preferidos.
Nesta atividade de revisão, se compreenderá que apesar de algumas suposições nos dois modelos teóricos comparados, elas são muitas vezes antiéticas, muitas vezes os dados coletados podem ser relidos de uma forma que nos mostra, ao invés de um contraste entre os dois modelos, uma complementaridade.


Comecei essa jornada em 2013 e minha formação não acadêmica me permitiu ser ágil na investigação sendo capaz de deixar os esquemas que nos unem a ideias, que muitas vezes se afastam das evidências, mais claras.
No entanto, minha única curiosidade e experiência na educação do corpo não é suficiente, a competição é necessária: por isso hoje (atualização de 2015) saúdo a colaboração de biólogos, médicos, pesquisadores e profissionais que querem aprofundar sua experiência no campo.
É explicito que as informações contidas neste site não são receitas ou conselhos médicos, mas que cada opção terapêutica deve ser tratada em conjunto com seu médico.
Também é necessário considerar um viés intrínseco na tendência dessas revisões de fazer emergirem com maior força as contradições do tratamento excessivo, pois o modelo 5LB é de natureza conservador.

Mauro Sartorio

Se você gostou, siga a página aqui



Equipe de tradução e direção

5 Leis Biológicas Brasil

Siga o 5LB Magazine