## Última Hora ##
Um momento...
, , , ,

Articulações: A causa da Artrose e Artrite. Se resolve com Alimentação?

Premissa: a etiologia das chamadas doenças (isto é, a causa das reações fisiológicas especiais do corpo) é um tema que, numa primeira abordagem das 5LB, chama bastante nossa atenção. Além de compreender as causas, é essencial aprender a familiarizar-se com a função dos tecidos envolvidos e a posição do organismo nesse processo. Esta abordagem adota os detalhes adquiridos na Escola de Formação Profissional 5LB, que por si só não busca provar nada (não neste contexto), mas sim fornecer instrumentos precisos que permitem a qualquer um verificar esses fenômenos. Para iniciantes, será necessário ler, pelo menos, as 5 Leis Biológicas.

A NOTÍCIA

Nem todos os dias é possível "rever" as notícias [ESP], pelo contrário, quase todos os dias encontro algo exemplificadora nos jornais. Neste texto, falaremos de uma notícia que foi promovida com particular vigor que fala do zinco como a causa da Artrose.

Zinco responsável por Artrose, cientistas coreanos próximos a uma cura [ITA]:
Alimentos ricos em zinco, incluindo peixe, cacau e frango, podem ser a causa da Artrose, uma doença debilitante que causa a deterioração da cartilagem em pessoas com idade avançada [...]

O estudo revela que a proteína ZIP8 transporta o zinco dentro da célula, causando um processo metabólico que reduz o tecido cartilaginoso ..., entendemos exatamente como funciona e talvez possa ser útil.
Mas podemos dizer que as nossas proteínas ou o próprio zinco são a causa da Artrose?

Eu serei provocativo:

A CAUSA DAS BATATAS QUEIMADAS

Poderíamos estudar em detalhes e com instrumentos de última geração como cozinhar uma batata em uma panela, com o objetivo de evitar que se queimem: registraríamos todas as mudanças moleculares entre o ar e a batata, analisaríamos todas as substâncias envolvidas, como a gordura no óleo e Cloreto de sódio.
Nós perceberíamos que, de fato, as moléculas de óleo fazem grande parte da ação de fritura nas moléculas da batata.
O óleo é obviamente a causa da Fritura: se pudermos encontrar uma maneira de isolar o óleo do contato com a batata, por exemplo, com uma substância de revestimento que a proteja, resolveríamos o problema da queimadura.

Não digo que essa "cura" não funcionaria, mas na realidade parece ineficiente e trabalhosa.
Sem um modelo etiológico de referência que ofereça uma visão ampla e integral do fenômeno, a pesquisa científica, desprovida da perspectiva global, envolve-se em detalhes microscópicos e cada vez mais finos, estimulados pela evolução tecnológica.
Sem uma bússola que indique uma direção, a investigação frequentemente se move em um caminho onde causa e efeito se misturam, se confundindo.

Assim, podemos dizer que o óleo é a causa de batatas queimadas?
Se nos afastarmos da panela e observarmos toda a cozinha: quem causa todo esse calor? O fogo. Quem acendeu? Quando? Por que a chama saiu tão alta?
Visto daqui, o comportamento do óleo tornou-se um fato decididamente marginal.

ETIOLOGIA
A resposta a essa pergunta já temos: estruturada em um modelo etiológico que em breve será cientificamente verificado e integrado.
Vamos direto para a sala de controle:
O que ativou o foco na articulação? O cérebro. No caso das cartilagens: uma parte, precisamente a substância branca.
É ele mesmo quem ordena a síntese das proteínas que carregam o zinco dentro da célula: Quem mais? Os processos metabólicos não são casuais, autônomos, desconectados do resto do organismo.
O zinco assimilado do alimento, quando necessário, é distribuído por todo o corpo e não exclusivamente nas articulações. Mas acima de tudo, zinco, não tem inteligência própria para ir apenas para o joelho com “artrite” e não para o outro.

Então, por que a substância branca coordena esse processo, transportando o zinco apenas para uma articulação e não para todas?
Porque nessa articulação específica e em certas situações da vida, o organismo percebe "não poder", "não ser suficientemente habilidoso, ágil ou rápido", tratando de ativar o programa biológico apropriado.
Na fase ativa do programa, o tecido cartilaginoso se atrofia, através de uma necrose celular que, com base nas notícias de hoje, tem a "colaboração" do zinco.
Na solução PCL-A, o tecido se repara dolorosamente, reforçando-se com um número maior de células do que as iniciais.

O desgaste de cartilagem segue necessariamente processo longo e de recorrência de prevalência de fases ativas.
Por outro lado, quando as articulações parecem "inchadas", e até os ossos são maiores, se trata de um longo processo em suspenso de PCL-A.
Uma pessoa deve manter-se por anos em uma "prisão", para poder ter sintomas notórios (na verdade, a Artrose é considerada uma "doença de idade avançada"): estamos falando de processos que nunca são concluídos, acompanhados de dor crônica, que anteriormente chamamos de "curva humana" e à qual dedicamos uma monografia.

Cada articulação tem sua função: por exemplo, quando os dedos estão envolvidos, pode ser uma questão de permanecer em uma situação de "não ser suficientemente habilidoso no trabalho", especialmente se for manual.
Quando se trata da articulação do joelho, pode ser "não ser ágil o suficiente para seguir alguém": para o joelho dominante em relação ao pai / parceiro, para o não dominante em relação à mãe / criança.

E SE RESOLVE COM ALIMENTAÇÃO?
Embora o estudo anterior não assuma relações causais explícitas com os hábitos alimentares, é uma prática popular (e até jornalística) fazer deduções fáceis, como "Alimentos ricos em zinco, entre os quais peixe, cacau e frango podem ser causa da Artrose."
Sobre essas deduções eu gostaria de explicar: se o processo metabólico descrito não é ativado no corpo pelas razões expostas, não há razão para acreditar que comer peixe, cacau ou frango possa danificar as articulações, menos do que tomar suplementos de zinco.
Mas se a Artrose, artrite ou outros sintomas estiverem presentes, não há razão para acreditar que, evitando comer peixe e cacau, a fisiologia especial da cartilagem diminua ou pare.
Em vez de uma dieta limitada, é certamente mais eficaz dar a si mesmo um espaço para tentar mudar, concretamente, aquela atitude que força o corpo a reagir preso a uma rotina "degenerativa".

Felizmente, quando um processo de necrose consome toda a cartilagem sem a possibilidade de recuperação, a medicina atual possui instrumentos extraordinários, como próteses, que em um futuro próximo podem ser personalizados e fabricados por impressoras 3D! [ITA]


Para aplicar esses conhecimento é necessário precisão. Portanto é importante não autodiagnosticar e não modificar o tratamento medico, mas também observar o processo apenas para fins didáticos.
A psicologização a que estamos acostumados nos faz pensar que a consciência e a boa vontade são suficientes para mudar as coisas: pelo contrário, a biologia responde apenas a ações concretas decorrentes da disponibilidade da pessoa para fazê-lo.
Devido a pluralidade de variáveis é, no entanto, impossível e desrespeitoso para o paciente, mesmo na presença do melhor médico ou especialista, para fazer o diagnóstico correto e completo on-line.


Como este é um resumo sintético da informação, é aconselhável realizar um estudo exaustivo do assunto.

Se você gostou, siga a página aqui



Equipe de tradução e direção

5 Leis Biológicas Brasil

Siga o 5LB Magazine