## Última Hora ##
Um momento...
, , , , ,

Olho: a causa de miopia, hipermetropia, manchas pretas

Premissa: a etiologia das chamadas doenças (ou seja, a causa das reações fisiológicas especiais do organismo) é o tema que, em uma primeira aproximação às 5LB, chama a atenção da maioria. Além da compreensão das causas, é fundamental aprender a se familiarizar com a função dos tecidos envolvidos e a posição do organismo nesse processo.
Este enfoque utiliza os detalhes adquiridos na Escola de Formação Profissional 5LB, que por si só não busca demonstrar nada (não neste contexto), mas sim dá instrumentos preciosos que permite a qualquer pessoa verificar esse processo. Para os principiantes será necessário ler, pelo menos, as 5 Leis Biológicas


O olho é um órgão extraordinariamente complexo e, por essa razão, a especificidade que o conhecimento das leis biológicas traz para os tecidos e sua função representa uma revolução no diagnóstico médico.
Dentro dos limites do meu conhecimento do olho e deste site, vou tentar dissecar o olho de forma simplificada, com base na origem embrionária dos tecidos que o compõem, a inervação do cérebro, a função a que são atribuídos de acordo com a terceira lei biológica.
Este trabalho preliminar é necessário para honrar a precisão que as 5LB precisam, a fim de evitar, tanto quanto possível, caminhar cegamente em busca de conflitos e fazer interpretações sem contato com a realidade. Aqui estão todos os tópicos relacionados ao olho.

Vamos falar sobre a retina: é um tecido ectodérmico que cobre a parte de trás do globo ocular, com a função de receber o sinal de luz e traduzi-lo em um sinal nervoso.

Inervado pelo córtex occipital lateral, em fase ativa, ulcera sem sintomas evidentes, enquanto no PCL-A incha e repara.
Durante esta fase e durante a EC, podem aparecer escotomas (pontos pretos no campo visual).


Como é frequentemente o caso, um longo processo de recorrências com ulcerações e repetidos reparos, produz tecido cicatricial que traciona e endurece a retina, deformando sua superfície e o próprio globo ocular.

Como resultado dessas deformações, a distância focal muda com o tempo, produzindo sintomas como miopia (quando a distância focal se torna mais longa), hipermetropia (quando a distância focal é encurtada).

A percepção biológica que ativa a fisiologia especial é o "medo na nuca", a angústia do inesperado, de um perigo que vem pelas costas.
Na falsa linha da "fera à espreita" à qual o corpo vítreo [ITA] responde, a redução da função das porções da retina tem o objetivo de reduzir a visão em uma determinada direção.
Isso é particularmente útil para animais presas, que têm uma visão de 360 ° e, para escapar do predador com pressa, eles precisam, de antemão, estreitar a visão para se concentrar na rota de fuga, até que estejam seguros.

Quando o sintoma aparece mais no campo visual a direita do que a esquerda (por exemplo: quando vemos pontos pretos ao olhar para direita), a lateralidade é levada em conta: se é no lado dominante é "medo na nuca "em relação ao pai, parceiro, irmão, etc., se ele está do lado não dominante é em relação à mãe ou aos filhos.
O "medo no pescoço" contínuo e recorrente para uma criança, por exemplo, pode ser porque se sente constantemente amedrontado pelo controle de um pai: [ITA]

"Tenha cuidado!", "O que você está fazendo?", "Você está fazendo sua lição de casa ou não?" etc …


Para aplicar esse conhecimento é imprescindível a precisão, sendo assim é importante não se auto diagnosticar e não modificar o tratamento médico, mas observar o processo como ele é, somente com fins didáticos. Devido a pluralidade de variáveis é sem dúvida impossível e desrespeitoso com a pessoa envolvida. Inclusive na presença do melhor médico ou terapeuta experiente em 5LB, fazer diagnósticos corretos e completos online.
Como esse é um resumo sintético da informação, é aconselhável realizar um estudo exaustivo do assunto.

Se você gostou, siga a página aqui



Equipe de tradução e direção

5 Leis Biológicas Brasil

Siga o 5LB Magazine