## Última Hora ##
Um momento...

A lateralidade nas 5LB




Um elemento excepcionalmente importante quando se fala de Leis Biológicas é a Lateralidade, direita ou esquerda do sintoma, que é influenciada por ser destro ou canhoto.

Excepcional porque até agora nenhuma medicina ou disciplina tinha dado tanto valor para canhoto.

Na verdade não são se trata de um hábito de fazer as coisas com uma mão ou com a outra, mas sim uma resposta cerebral diferente para os conflitos biológicos.


TRONCO CEREBRAL
Começamos a ver as respostas baseadas na lateralidade do tronco cerebral, que inerva esses tecidos endodérmicos: mucosa do epitélio do trato gastrointestinal e pulmonar (alvéolos), submucosa oral, retais e vesicais, túbulos coletores renais, musculatura lisa, parênquima fígado, pâncreas, adeno-hipófise, glândulas lacrimais, parótidas e salivares, visão e ouvidos arcaicos, parte folicular dos ovários e parte seminal dos testículos.

O tronco é o cérebro mais antigo, o dos primeiros vertebrados, que tinham como único objetivo pegar o alimento vital de um lado e eliminá-lo do outro. A lateralidade se manifesta com sintomas do lado direto do corpo quando a fisiologia especial se ativa para “pegar o alimento”, “pegar a presa”, enquanto do lado esquerdo do corpo se ativa para “eliminar ou expulsar o alimento”, “fugir do predador”.
Se por exemplo, for notado um aumento na sensibilidade à luz [ITA] no olho esquerdo, se está em fase ativa da visão arcaica, que aumenta sua função para ver melhor as luzes/sombras do movimento do predador.
Se você tem uma amigdalite purulenta [ESP] do lado direito, terá resolvido uma situação em que não tenha alcançado o alimento vital (trabalho, casa, etc.).
O tronco não é influenciado pelo canhotismo.

CEREBELO
As respostas baseadas na lateralidade do cerebelo, que inerva esses tecidos do mesoderma antigo: derme (epitélio profundo), glândulas mamárias, suor e sebáceas, peritônio, pleura e pericárdio.

O Cerebelo também é parte do paleoencéfalo e foi constituído inervando os tecidos que, na evolução foram criados nas primeiras tentativas dos seres vivos de sair da água, para proteger os órgãos contra fricção e dos raios ultravioletas.
A fisiologia especial se ativa com mais frequência localmente ou no ponto onde o órgão percebe um ataque à sua própria integridade. Mas é sensível também à lateralidade destro/canhoto. (Verifique aqui se você é destro ou canhoto) [ESP]

- No lado não-dominante são os ataques em relação ascendente, como mãe (avó, sogra, professor/mestre, guru) e descendente, como filho (irmão ou irmã, animais de estimação) e todos aqueles percebidos como tal.
- No lado dominante são os ataques em relação horizontal, como casal, pai, irmãos, amigos, colegas e o resto do mundo.
Se por exemplo, uma canhota com um nódulo na glândula mamária direita, esta se encontra em uma situação de “ataque a integridade do ninho”, relacionado ao filho.
Como foi explicado, os tecidos derivados do cerebelo respondem com frequência a um conflito local, por isso é mais fácil que um melanoma do lado esquerdo do corpo seja uma resposta a um contato com aquele ponto, do que da relação entre mãe e filho.

SUBSTÂNCIA BRANCA
A resposta com base na lateralidade da substância branca, que inerva estes tecidos do mesoderma novo: tecido conectivo e glial, cartilagem, musculatura estriada, tendões, vasos sanguíneos e linfáticos, linfonodos, parênquima renal, parte intersticial do testículo e parênquima do ovário.
A substância branca é parte do neoencéfalo e se desenvolveu na evolução inervando os tecidos que se ocupam do sustento da estrutura, especialmente no momento em que os seres vivos começam a se locomover sobre a terra.
A fisiologia especial se ativa quando a estrutura sente que lhe falta eficiência, “não ser adequado para...” sensível a lateralidade destro/canhoto:
- No lado não-dominante se trata de “não ser adequado para...” em relação a mãe (avó, sogra, mestre, guru) ou filho (irmão ou irmã, animais de estimação) e todos aqueles percebidos como tal.
- No lado dominante se trata de “não ser adequado para...” em relação ao cônjuge, pai irmãos, amigos, colegas e o resto do mundo.
Por exemplo, um destro que tem dores no ombro direito logo depois de finalmente conseguir abraçar sua mulher/companheira.

CÓRTEX CEREBRAL
A resposta com base na lateralidade do córtex cerebral, que inerva os tecidos ectodérmicos: sistema nervoso, condução motora, inervação sensorial do tato, visão, audição, olfato recente, epiderme, laringe, brônquios, ex-condutos tireóideos, arcos faríngeos, ureteres, bexiga, uretra, colo do útero, vagina, reto, mucosa oral, esôfago superior, pequena curvatura do estômago, duodeno, bile e ductos pancreáticos, íntima de coronária e periósteo.

O córtex é o cérebro mais recente em termos de evolução e se ocupa predominantemente das relações sociais (manada, território e sexualidade). A fisiologia especial se ativa nos conflitos de território, separação, motricidade, [ESP] reagindo localmente com a área materialmente envolvida e também com base na lateralidade destro/canhoto:
- O lado não-dominante se trata de separação em relação à mãe (avó, sogra, mestre, guru) ou filho (irmão ou irmã, animais de estimação) e todos aqueles percebidos como tal.
- No lado dominante se trata de separação em relação a ao cônjuge, pai irmãos, amigos, colegas e o resto do mundo.
Por exemplo, uma canhota com um eritema  [ESP] (vermelhidão) na mão esquerda logo depois de finalmente dar às mãos ao pai (“não escapará mais de suas mãos”).

O córtex é também muito importante em sua área peninsular, porque controla todos os processos biológicos que tem a ver com a gestão de território e da sexualidade.
Portanto, neste caso além de considerar se é canhoto ou destro, precisa levar em conta o sexo. Este assunto, que se refere ao equilíbrio hormonal e as constelações esquizofrênicas, é muito extenso e será aprofundado em outras áreas.

Se você gostou, siga a página aqui



Equipe de tradução e direção

5 Leis Biológicas Brasil

Siga o 5LB Magazine